Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 26 de abril de 2009

Funções do enfermeiro numa Unidade Básica de Saúde

Laerte A. Peres* ________________________________________ Antes de comentar sobre as atribuições do enfermeiro na rede básica é necessário observar que a Enfermagem, como qualquer outra profissão ne nível superior, adquiriu suas bases científicas a partir do início deste século e busca livrar-se do estereótipo de profissão inferior, como descreve Otávio Vargens: "A enfermagem passou de uma função exercida por leigas e religiosas sem qualquer formação específica para uma profissão com formação de terceiro grau, integrada à universidade, com diversas pós-graduações, ou seja, acompanhando o curso da cientificidade e do academicismo das demais profissões. Desenvolveu-se a pesquisa em enfermagem. Criaram-se as muitas especialidades na medida em que a tecnologia foi exigindo" (VARGENS, 1989, p.154). Para o público leigo o enfermeiro é aquele que apenas aplica injeções, dá banho no leito do hospital, realiza curativos etc., tarefas assumida pela equipe de enfermagem como um todo, auxiliares, técnicos e enfermeiros; este último assume funções de maior responsabilidade, tanto dentro de um hospital, como junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou ainda em empresas, na Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, entre outras. O presente texto abordará somente as atribuições que o enfermeiro assume dentro de uma UBS do município de Campinas-SP. O Enfermeiro de uma UBS da cidade de Campinas tem sua prática instituída pela Secretaria Municipal de Saúde, no entanto ainda é uma prática heterogênea entre as Unidades e até mesmo dentro de um mesmo ambiente de trabalho. De forma geral ele é generalista, atuando nas diferentes fases do ciclo vital. O enfermeiro da Saúde Coletiva desenvolve sua prática em diversas áreas, como assistência de enfermagem individual, ações educativas, coordenação de cargos técnicos da Vigilância Epidemiológica, além das ações relativas ao gerenciamento da equipe de enfermagem e participação com a equipe de saúde no planejamento, coordenação e avaliação das ações de saúde. Para isso é importante ele conhecer as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e as normas técnicas vigentes, podendo identificar e avaliar os problemas de saúde e elaborar planos de intervenção. Uma das funções técnico-administrativas do enfermeiro é o gerenciamento de serviços e(ou) da Unidade Básica de Saúde. Ele desenvolve ações de programação e avaliação das atividades de enfermagem; delega e distribui tarefas para os funcionários; supervisiona a equipe de enfermagem e as atividades realizadas; é responsável pela previsão e provisão de material e equipamentos necessário às ações de enfermagem; auxilia na conservação de aparelhos e equipamentos e, quando necessário, solicita concertos; elabora e atualiza procedimentos, rotinas e normas de enfermagem; revisa periodicamente o registro de dados e os sistemas de comunicação; analisa e avalia a assistência prestada à comunidade. No município de Campinas-SP está instituído que o enfermeiro participará dos projetos de construção e reforma da Unidade, opinando sobre a planta física, iluminação, fluxo de materiais e usuários e outros itens importantes para um bom funcionamento local. As funções educativas estão relacionadas com a capacitação da equipe de enfermagem, onde identifica necessidades dos funcionários, planeja, executa e avalia os cursos ministrados. Promove ações educativas com os usuários durante consultas, durante visitas domiciliares e em trabalhos de grupo, visando a autonomia individual em relação à prevenção, promoção e reabilitação da saúde. Discute com grupos organizados da sociedade (grupos de sem-terra, associação de moradores, igrejas e outros) os problemas de saúde e as alternativas para resolvê-los. Entre as atividades técnico-assistenciais o enfermeiro aplica o processo de enfermagem individual e comunitário, executando a consulta de enfermagem. Conforme a necessidade, é utilizado o diagnóstico da comunidade, o qual é levado em consideração os dados epidemiológicos. Além disto, planeja e executa atividades e cuidados de enfermagem de maior complexidade - os de menor complexidade são delegados, em sua grande maioria, aos auxiliares de enfermagem - conforme a Lei do Exercício Profissional. Os medicamentos que são estabelecidos em programas de saúde pública podem ser prescritos pelos enfermeiros em suas consultas e atendimentos, assegurando as ações terapêuticas prescritas por outros profissionais. Promove a vigilância à saúde supervisionando a convocação de usuários com agravos, de acordo com a necessidade de saúde identificada (como crianças desnutridas, com baixo desenvolvimento, que faltaram na vacinação, diabético que não retornou para tratamento e outros) e realizando ações educativas. Busca melhoria de qualidade na recepção e encaminhamento dos usuários. Realiza e participa de pesquisa visando a melhoria de qualidade nos atendimentos prestados. ________________________________________ REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PREFEITURA DE CAMPINAS, SECRETARIA DE SAÚDE Atribuições do enfermeiro na rede de serviços de saúde do S.U.S., Campinas, 1996. VARGENS, Otávio Muniz da Costa. O homem enfermeiro e sua opção pela enfermagem. Ribeirão Preto, 183p, Tese de Mestrado. Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 1989. ________________________________________ * Aluno do Curso de Graduação em Enfermagem da Unicamp e bolsista de Iniciação Científica da FAPESP ORIENTADORA: Profª Drª Maria Helena Baena de Moraes Lopes CO-ORIENTADORA: Profª Drª Márcia Regina Nozawa

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Enfermeiros lotam Câmara dos Deputados


Enfermeiros lotam Câmara dos Deputados

Brasília - A pedido do deputado federal Mauro Nazif (PSB-RO), a Câmara realizou audiência pública para discutir a redução da jornada de trabalho para a profissão de enfermagem. O debate teve como base os Projetos de Lei 1891/07, de autoria do socialista, o 2392/07, e o 2295/00, do Senado, apensados, que estipulam em 30 horas semanais a jornada de trabalho desses profissionais.


Durante a primeira parte do encontro, diversos deputados e senadores se revezaram na composição da Mesa para manifestar o apoio ao movimento que reuniu, por toda a Casa, cerca de 2 mil pessoas, entre profissionais e representantes de entidades públicas e sindicais.

O presidente da Câmara, Michel Temer, abriu a audiência dizendo do seu apoio à luta dessa classe “que lida, diariamente, com as mazelas da população”. Ao falar do livre acesso que os manifestantes tiveram no Parlamento, Temer pediu para que todos “trabalhem no sentido de informar a opinião pública de que este Poder é fundamental para a democracia”.

O deputado Mauro Nazif ressaltou a necessidade de se valorizar o profissional de enfermagem que, segundo ele [médico conhecedor do trabalho desenvolvido pelo enfermeiro], exerce um papel muito importante no trabalho dos hospitais e centros de saúde de todo o país. “É preciso melhorar as condições desse trabalhador que sofre pressões físicas e psíquicas no exercício de sua profissão”.

Nazif também destacou que os benefícios da jornada de trabalho de 30 horas não ficarão restritos aos profissionais. “Melhorando as condições de trabalho, iremos beneficiar também o paciente, que terá ao seu dispor um profissional com plena capacidade física e mental para melhor atendê-lo”.

O presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Neri, explicou que a profissão é muito estressante e há jornadas de trabalho noturnas. Neri ainda lembrou que a jornada de médicos é menor do que a de enfermeiros - atualmente de 40 horas no serviço público e de 44 horas na iniciativa privada.

Manifestação - Completamente lotado, o auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, foi palco de uma manifestação popular que, segundo os deputados, há muito tempo não acontecia. Munidos de faixas, apitos, bandeiras, balões e camisetas, os participantes se exaltavam a cada apoio declarado pelos deputados. Para a representante do Conselho de Enfermagem de Santa Catarina, Renata dos Santos, o encontro vai ficar marcado por reunir profissionais e parlamentares em torno de um debate tão importante e necessário para os profissionais de enfermagem. Ela afirmou, ainda, que a sobrecarga de trabalho pode acarretar problemas no atendimento. “A redução da jornada é fundamental para que nós tenhamos condições de realizar um trabalho bem feito e, também, para que nós possamos cuidar da nossa própria saúde, já que sofremos, diariamente, pressões físicas e psicológicas”.

Autor: Carlos Terceiro
Fonte: NA HORA OnLINE
Um sujeito estava no bar e quando olhou para o
relógio começou a ficar desesperado ...

*Meu Deus já deu meia noite e eu tô aqui ainda
!!! Minha mulher vai me
matar por chegar bêbado em casa à uma hora dessas.

Então o amigo já experiente no assunto de chegar
tarde , deu o seguinte
conselho:
Faz como eu faço com minha patroa; chega de
mansinho, tira os sapatos e
entra no quarto sem fazer barulho.
Aí vai para debaixo do cobertor e, tirando a
parte de baixo do pijama dela, cai
de boca, faz um oral pra ela delicioso.
Quando você terminar ela vai estar feliz e
cansada, então vai virar pro lado e
não vai nem notar o horário e nem falar que você
chegou tarde, além de ficar
super contente no dia seguinte.
Então o cara foi pra casa... Entrou
devagarzinho... Abriu a porta do quarto sem
fazer barulho... Se dirigiu à cama e se meteu
debaixo do lençol.
Subiu o vestido do pijama e caiu de boca... Se
atracou com a mulher e deixou ela
louca.
Ela gemeu baixinho, e de repente adormeceu.
Crente do bom trabalho que tinha
feito e feliz sabendo que não ia apanhar, foi ao
banheiro tomar um banho...

Quando chegou lá, viu um bilhete pendurado no
espelho...

'QUERIDO, NÃO FAÇA BARULHO, POIS A MAMÃE VEIO NOS
VISITAR E ESTÁ DORMINDO
EM NOSSA CAMA !! QUANDO CHEGAR VÁ DORMIR COMIGO
NO QUARTO DAS CRIANÇAS '


Fisiologia do Sistema Límbico

SISTEMA LÍMBICO Conceito: É um sistema em forma de anel cortical, contínuo, que contorna as formações inter hemisféricas. Está relacionado fundamentalmente com a regulação dos processos Emocionais e do Sistema Nervoso Autônomo. Foi considerado por Broca (1878) como lobo independente. Localização: Face medial do hemisfério cerebral, margeando o corpo caloso. Componentes do Sistema Límbico: Componentes Corticais Formado por: Giro do Cíngulo: Contorna o corpo caloso, ligando-se ao giro para-hipocampal pelo ístimo do giro do cíngulo. Giro Para-hipocampal: Situa-se na face inferior do lobo temporal. Hipocampo: Eminência alongada e curva que no homem situa-se no assoalho do corno inferior dos ventrículos laterais, acima do giro para-hipocampal. Componentes Subcorticais Formado por: Corpo Amigdalóide: Também chamado núcleo amigdalóide. É um dos núcleos da base. Situa-se no lobo temporal, próximo ao úncus. Área Septal: Situada abaixo do rosto do corpo caloso, anteriormente à lâmina terminal e à comissura anterior. A área septal tem conexões extremamente amplas e complexas, destacando-se suas projeções para o hipotálamo e para a formação reticular. Núcleos Mamilares: Pertencem ao hipotálamo e situam-se nos corpos mamilares. Núcleos Anteriores do Tálamo: situam-se no tubérculo anterior do tálamo Núcleos Habenulares: Situam-se nos trígonos habenulares. Recebem fibras do mesencáfalo. Conexões do Sistema Límbico: Apesar das modernas técnicas de pesquisa neuroanatômica, não se conhece ainda o significado funcional de grande parte dessas conexões que são: conexões extrínsecas e intrínsecas. Conexões Intrínsecas Os diversos componentes do Sistema límbico mantêm entre si numerosas e complexas intercomunicações, sendo a mais conhecida o circuito de Papez. Este é um circuito fechado que representa a direção predominante dos impulsos nervosos: hipocampo→ fórnix → corpo mamilar→ fascículo mamilo-talâmico→ núcleos anteriores do tálamo→ cápsula interna→ giro do cíngulo→ giro para-hipocampal→ hipocampo, fechando o circuito. Este circuito é importante no mecanismo das emoções e memória. Conexões Extrínsecas As estruturas do Sistema límbico têm amplas conexões com diversos setores do SNC e podem ser: Conexões Aferentes As informações sensoriais (visuais, auditivas, olfatórias ou somestésicas) penetram no SL por vias que chegam ao giro para-hipocampal passando ao hipocampo e assim ao circuito de Papez. Conexões Eferentes Desencadeia o componente periférico e expressivo dos processos emocionais e controlam ao mesmo tempo a atividade do SNA. O hipotálamo é o principal braço executivo do SL. As conexões com a formação reticular do mesencéfalo se fazem através de três sistemas de fibras: feixe prosencefálico medial, fascículo mamilo-tegumentar e estria medular. Funções do SL Função principal: regular os processos emocionais. Intimamente relacionado com estas funções temos: Regular o SNA Regular processos motivacionais essenciais à sobrevivência da espécie e do indivíduo (fome, sede, sexo) Função secundária: alguns componentes do SL se relacionam ao mecanismo da memória e aprendizagem e participam da regulação do sistema endócrino. Manifestações Clínicas Síndrome de Klüver e Bucy: Foi feita uma ablação bilateral da parte anterior dos lobos temporais em macacos Rhesus, lesando estruturas do SL como hipocampo, giro para-hipocampal e corpo amigdalóide resultando: Domesticação completa dos animais que usualmente eram selvagens e agressivos; Perversão do apetite (comem coisas que nunca comiam); Agnosia visual – incapacidade de reconhecer objetos ou mesmo animais que antes causavam medo; Tendência oral manifestada Tendência hipersexual Estes sintomas já foram diagnosticados em homens que realizaram a ablação do lobo temporal para tratamento de formas agressivas de epilepsia. A docilidade, as tendências orais e a hipersexualidade resultam da destruição bilateral do corpo amigdalóide. Estudos em humanos sugerem que as conexões do TE com a região septal podem ser modificadas por medicamentos antipsicóticos e que a área septal e as áreas a que está conectada, podem estar envolvidas na euforia associada ao uso de narcóticos. Além disso, foi relatada evidência clínica recente de atividade sexual acentuadamente aumentada em pacientes masculinos idosos após lesão septal. Estimulação na Área Septal causam alterações na pressão arterial e no ritmo respiratório, mostrando seu papel na regulação das atividades viscerais. A área septal é um dos centros do prazer no cérebro. Lesões ou Estimulação no Corpo Amigdalóide em animais resultaram em alterações do comportamento alimentar (afagias e hiperfagias) ou das atividades das vísceras – semelhante quando feitos no hipotálamo. Também no homem lesões bilaterais do corpo amigdalóide resultam em considerável diminuição da excitabilidade emocional de indivíduos portadores de distúrbios de comportamento – agressividade. Ablação do Giro do Cíngulo (cingulectomia) em carnívoros selvagens domestica completamente o animal. Este procedimento já foi realizado no homem no tratamento de psicóticos agressivos. A cingulectomia interrompe o circuito de Papez podendo melhorar graves problemas de depressão e ansiedade. O hipocampo é importante na regulação do comportamento emocional e no fenômeno da memória. Lesões no corpo amigdalóide associado com a remoção do hipocampo causa síndrome amnésica. Síndrome de Korsakoff: amnésia decorrente da degeneração dos corpos mamilares em conseqüência do alcoolismo crônico e da deficiência nutricional. É caracterizada por perda da memória recente e por tendência a fabricar relatos falsos de eventos recentes. Mal de Alzheimer: perda gradual da memória recente, chegando a amnésia total. Ocorre em pacientes com idade inferior a 65 anos. A causa principal é a degeneração seletiva de dois grupos de neurônios do SL (um grupo localizado no hipocampo e outro no giro para-hipocampal).

A ilha dos sentimentos

Era uma vez uma ilha, onde moravam todos os sentimentos: a Alegria, a Tristeza, a Sabedoria e todos os outros sentimentos. Por fim o amor. Mas, um dia, foi avisado aos moradores que aquela ilha iria afundar. Todos os sentimentos apressaram-se para sair da ilha.
Pegaram seus barcos e partiram. Mas o amor ficou, pois queria ficar mais um pouco com a ilha, antes que ela afundasse. Quando, por fim, estava quase se afogando, o Amor começou a pedir ajuda. Nesse momento estava passando a Riqueza, em um lindo barco. O Amor disse:
- Riqueza, leve-me com você.
- Não posso. Há muito ouro e prata no meu barco. Não há lugar para você.
Ele pediu ajuda a Vaidade, que também vinha passando.
- Vaidade, por favor, me ajude.
- Não posso te ajudar, Amor, você esta todo molhado e poderia estragar meu barco novo.
Então, o amor pediu ajuda a Tristeza.
- Tristeza, leve-me com você.
- Ah! Amor, estou tão triste, que prefiro ir sozinha.
Também passou a Alegria, mas ela estava tão alegre que nem ouviu o amor chamá-la.
Já desesperado, o Amor começou a chorar. Foi quando ouviu uma voz chamar:
- Vem Amor, eu levo você!
Era um velhinho. O Amor ficou tão feliz que esqueceu-se de perguntar o nome do velhinho. Chegando do outro lado da praia, ele perguntou a Sabedoria.
- Sabedoria, quem era aquele velhinho que me trouxe aqui?
A Sabedoria respondeu:
- Era o TEMPO.
- O Tempo? Mas porque só o Tempo me trouxe?
- Porque só o Tempo é capaz de entender o "AMOR"."

Reinilson Câmara

Movimento 30 horas já

Movimento 30 horas já

Conhecimentos

Loading...

Enfermagem 30 horas já

Loading...

Amizade verdadeira


Qualquer um pode ficar ao teu lado quando tu estás certo,
mas um amigo verdadeiro permanece ao teu lado mesmo quando tu estás errado...

Um simples amigo se identifica quando ele te liga.
Um amigo verdadeiro não precisa, pois vocês conhecem suas vozes.

Um simples amigo inicia uma conversa com um boletim de novidades sobre a própria vida.
Um verdadeiro amigo diz: "O que há de novo sobre ti ?"

Um simples amigo acha que os problemas pelos quais tu estás te queixando são recentes.
Um amigo verdadeiro diz: " Tu tens te queixado sobre a mesma coisa pelos últimos quatorze anos! Sai do marasmo e faça algo sobre isto."

Um simples amigo nunca o viu chorar.
Um verdadeiro amigo tem seus ombros encharcados por tuas lágrimas.

Um simples amigo traz uma garrafa de vinho para a sua festa.
Um amigo verdadeiro chega mais cedo para ajudá-lo a cozinhar e fica até mais tarde para auxiliá-lo na limpeza.

Um simples amigo odeia quando tu ligas após ele já ter ido para a cama.
Um verdadeiro amigo te pergunta porque demorou tanto para ligar.

Um simples amigo procura conversar contigo.
Um verdadeiro amigo ajuda-te a resolver teus problemas.

Um simples amigo, quando o visita, age como um convidado.
Um verdadeiro amigo abre tua geladeira e se serve.

Um simples amigo acha que a amizade terminou quando vocês tem uma discussão.
Um verdadeiro amigo sabe que não existe uma amizade enquanto vocês não tiverem uma divergência.

Um simples amigo espera que tu sempre estejas por perto quando ele precisar.
Um verdadeiro amigo espera estar sempre por perto quando tu precisares dele.

Quem dá sentido as palavras é quem as ouve e não quem as diz.

Enfermagem 30 horas já

Enfermagem 30 horas já

Espírito Santo na luta pelas 30 horas já

Espírito Santo na luta pelas 30 horas já

Enfermagem Brasileira na luta pelas 30 horas já.

Loading...

REPORTAGENS

Loading...

IMAGENS DAS INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM REALIZADAS PELOS ACADÊMICOS DA UNILINHARES

IMAGENS DAS INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM REALIZADAS PELOS ACADÊMICOS DA UNILINHARES

Veja Também estes sites interessantes

Loading...
Loading...

Quem sou eu

Minha foto
São Mateus, ES, Brazil
Uma pessoa alegre, extrovertida, transparente, amiga.Gosto de pessoas diferentes. Meu nome é trabalho.

Seguidores

feliz aniversário Rafinha

Loading...